Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

O inovador Mercado de Padarias

Você tem ou já pensou em ter um negócio no mercado de padarias? Saiba que esse é um mercado cada vez mais inovador, em especial, para enfrentar a concorrência cada vez mais acirrada, como também, para atender as novas demandas do mundo moderno, em especial, em tempos de pandemia.

Por isso, se você se interessa pelo mercado de padarias, invista! Isso porque, esse é um mercado muito resistente a crises e representa um dos seis maiores segmentos da indústria no Brasil. Incrível, não é mesmo?

Por isso, no artigo de hoje, faremos uma breve introdução ao setor de alimentação para nos aprofundarmos no mercado de padarias. Falaremos sobre o tamanho, as tendências, as dicas e os desafios para empreender na área.

Então vamos lá? Boa leitura!

Uma breve introdução ao setor de alimentação

O setor de alimentos é o maior empregador dentro da indústria brasileira (direta e indiretamente são mais de 1,6 milhão de pessoas). Por isso, qualquer crescimento na indústria de alimentos é muito significativo e a qualidade do emprego gerado é muito importante. De acordo com a ABIA, as previsões para 2020 eram de aumento em torno de 4% das vendas reais acumulando em torno de US$ 40 bilhões nas exportações. O crescimento desse setor, aponta para uma relação direta para geração de empregos (diretos e formais) em até de 3%.

foto-de-clientes-em-padariaEm meio à crise financeira, o mercado de alimentação apresenta expectativas positivas, além de uma tendência otimista para os próximos anos. O setor de alimentação apresentou um crescimento médio de 6% ao ano. A mudança no estilo de vida das pessoas seguindo uma tendência mais saudável tem impactado de forma positiva no setor de alimentos. Então, isso tem gerado diversas opções de investimentos, como produtos orgânicos, naturais, com baixo teor de sódio, sem açúcares, sem lactose, sem glúten, entre outros.

O setor fatura, em média, R$ 656 bilhões, o que representa 9,6% do PIB Nacional e tem apresentado uma expectativa de crescimento para os próximos anos com a retomada da economia.

O público do setor alimentício depende da especialidade da empresa que está atuando. Por ser indispensável à vida, o setor de alimentação atinge todas as idades e classes sociais. Faz sentido, não é mesmo?

Entendeu? Ótimo! Então agora vamos falar sobre o mercado de padarias. Vamos lá?

O mercado de padarias

Conforme os dados da ABIP, entre os anos de 2000 e 2014, ocorreu a primeira grande revolução no setor de panificação, que reinventou as tradicionais padarias, profissionalizou a gestão, levou ao surgimento de padarias gourmet ou focadas em food-service para diversos momentos de consumo.

Agora, surgirá a segunda revolução do setor que é a criação de centenas de fábricas de pães e confeitarias, tornando-se centrais de produção com produtos congelados que contarão com o investimento de empresários panificadores para fornecimento de pães para suas padarias, que poderão ser menores e com menos custos. Mas a tendência de food-service continua.

foto-de-cliente-e-vendedora-em-padariaAlém disso, espera-se, também a ampliação do mix de pães no Brasil com qualidade superior a atual, bem como, o congelamento de massas, o que permite gerir os estoques e diminuir as perdas, servir pães quentes a toda hora e facilitar o trabalho do padeiro.

 

Por fim, espera-se que os consumidores exijam novos tipos de pães, focados na saúde, como, os pães funcionais, os pães sem glúten, os pães para dieta, os pães integrais e os pães com fibras, por exemplo.

Hoje existem alguns tipos de padarias:

A padaria artesanal

Em uma padaria artesanal, os produtos são feitos no local e vendidos de forma direta para o consumidor final. Por isso, os principais produtos desse tipo de padaria são os pães, os bolos e em algumas, os doces e os confeitos. Tudo isso de produção própria, o que as permite fornecer para outros locais também.

A padaria gourmet

Em geral, essas padarias têm mais de 300 metros quadrados e permanecerão em destaque por muitos anos pelo foco em food-service e pela amplitude de serviços e produtos que oferecem, desde cafés da manhã, almoços, pizzas, caldos, lanches, saladas, produtos de conveniência, cafés especiais, mix de pães e produtos panificados.

Aqui a produção também é própria e podem acabar fornecendo para outras padarias também.

A padaria tradicional

Padarias com espaço, em geral, entre 100 e 300 metros quadrados que oferecem produtos de conveniência e outros produtos, porém, com menos opções de escolhas. Além disso, também contam com produção própria de poucos tipos de pães e o grande mix e confeitaria serão comprados.

A padaria de conveniência

Em geral, está localizada em postos de combustíveis, padarias de conveniência estão presentes em nove de cada dez postos. Além disso, temos as padarias que se localizam em bairros residenciais e engloba variados tipos de produtos.

Em geral, são lojas com menos de 100 metros quadrados, o que é uma grande tendência para locais menores em função de custos e de tributações. São padarias que, em geral, não contam com produção própria.

As boutiques de pão

foto-de-paes-para-ilustrar-artigo-sobre-mercado-de-padariasAs boutiques são pequenas, localizadas em regiões de alto poder aquisitivo e com foco em vendas de itens sofisticados, como pães artesanais, doces finos e produtos importados.

Assim, são pequenas lojas, que produzem pães especiais com fermentação natural e com alto valor agregado, voltadas para públicos mais exigentes.

As padarias conceito

Locais que oferecem mais do que pães franceses. O foco dessas padarias é oferecer experiências diferenciadas através de refeições de qualidade e personalizadas. Além disso, em algumas delas, são montados espaços de lanches, almoços e jantares, e outras, é incorporado um pequeno bistrô para criar climas mais confortáveis e acolhedores.

O tamanho do mercado de padarias

Segundo o SEBRAE, no Brasil, existem cerca de 63,2 mil empresas na área de panificação, sendo 95% delas MPEs. Este é um mercado resistente a crise, crescendo cerca de 3% em 2019, com faturamento anual do setor próximo de R$ 95,08 bilhões, no qual o pão francês lidera o consumo.

76% dos brasileiros consomem pão no café da manhã e 98% consomem produtos panificados. A panificação está entre os seis maiores segmentos da indústria do Brasil, com participação de 36% na indústria de produtos alimentares e 6% na de transformação.

O consumo médio mensal de pão francês saltou de 658,79 toneladas em 2018 para 704,72 toneladas em 2019, ou seja, um avanço de 6,97%.

São 920 mil funcionários empregados de forma direta na panificação, setor que está presente em todos os municípios brasileiros.

Além dos pães, o consumo de tortas, bolos e produtos de confeitaria tem crescido muito. Conforme dados do Diário do Comércio, no ano de 2018, só os bolos correspondiam a 7% dos 5,6 milhões de toneladas de produtos panificados comercializados por ano, ou seja, 392 mil toneladas de bolo sendo produzidas todos os anos.

O resultado dessa fabricação de bolos (4º produto mais vendido em padarias, perdendo para pães franceses, pães macios e pães de queijo) movimentou R$ 15,28 bilhões em 2018, o que representa 16,5% dos R$ 92,63 bilhões faturados por todo o setor de panificação do ano, conforme dados da ABIP.

O mercado de padarias enfrenta uma concorrência cada vez mais acirrada. Por isso, as marcas mais antigas e tradicionais se veem diante do desafio de se atualizar para atender às novas demandas dos consumidores e para lidar com o surgimento de novos negócios cada vez mais modernos e tecnológicos. Isso foi ainda mais acelerado diante da pandemia, que impôs desafios a todos os negócios.

infografico-sobre-o-mercado-de-padarias

As tendências para o mercado de padarias

Importante salientar as oportunidades no mercado para os anos seguintes, sendo uma destas a aproximação entre as padarias e as confeitarias das startups para facilitar a troca de experiências, aumentar a competitividade do mercado e fomentar negócios por meio da inovação e tecnologia. Além disso, outra oportunidade é a padaria express, segmento que se destina de forma exclusiva ao atendimento ao cliente, que apenas leva o produto para casa, não havendo consumo no local.

Isso ganhou ainda mais força na pandemia. Por isso, as padarias tiveram que se reinventar para promover experiências saborosas nas casas de cada consumidor.

A digitalização também se tornou mandamento. Por isso, as padarias que não estavam presentes no mundo digital, nas redes sociais e nos aplicativos de delivery tiveram que se adaptar de forma rápida para não perderem vendas.

foto-de-padeiro-com-paes-na-maoAlém disso, como estamos vivendo uma tendência à “gourmetização”, conforme dados de 2018 da ABIP, 70% dos negócios reduziram a produção de pão francês, com a crescente procura dos clientes por produtos de panificação diferenciados. Antes, a ideia era aumentar a variedade para transformar padarias em mini mercados, hoje, além disso, a qualidade e a personalização é o que está puxando o bom desempenho do setor. Faz sentido, não é?

A estratégia é aumentar a percepção de valor dos clientes, tornando-os fiéis, além de aumentar as margens de lucro. Assim, ao buscar pelo pão, o consumidor também leva bolos, biscoitos, doces, o que aumenta seu ticket médio.

Outra tendência adotada é a finalização de produtos nas vistas dos clientes. Além de ver o produto sendo produzido, os consumidores sentem o cheiro, o que aumenta o apetite e o desejo de compra.

A adoção da tecnologia é mandamento para as inovações, desde os máquinas da linha de produção, a gestão, o marketing e a entrega aos consumidores.

Os desafios do mercado de padarias

Podemos destacar 4 principais desafios no mercado de padarias:

  • A queda de fluxo de clientes, em especial, na pandemia em que o mandamento é ficar em casa.
  • A carência de mão de obra qualificada, em especial, de padeiros, que devem virar noites produzindo pães e funcionários para abrirem as lojas muito cedo e em finais de semana. Além disso, qualquer mudança é percebida pelos clientes e a troca de padeiros se torna ainda mais sensível.
  • A necessidade de ampliação de serviços, em especial, nas padarias que ainda não estão nos meios digitais e nas entregas via delivery.
  • A falta de dados no uso dos meios digitais e das estratégias de marketing.

Além disso, se os clientes encontram sempre os mesmos produtos e o atendimento não é diferenciado oferecendo experiências únicas e saborosas, os clientes passam a buscar novas padarias. Por isso, é importante acompanhar as mudanças, conhecer novas práticas e inovar sempre no atendimento, na experiência e nos produtos e serviços. Além de fidelizar clientes mais antigos, isso se torna atrativo para as gerações mais novas de clientes que não tem costume de frequentar padarias. Faz sentido, não é mesmo?

As dicas para empreender no mercado de padarias

Como vimos, as padarias representam um mercado resistente à crise. Porém, empreender no ramo de padarias não é simples e exige inovações constantes. Além disso, por se tratar de alimentos, os controles de qualidade devem ser cada vez mais minuciosos.

Acima, também apontamos que esse é um ramo que enfrenta concorrências cada vez maiores. Por isso, as padarias que permanecem são aquelas que atendem as demandas de seus clientes com produtos de qualidade, variedade e bom atendimento, no mínimo!

foto-de-empreendedora-para-ilustrar-artigo-sobre-o-mercado-de-padariasNossa dica sobre o mercado de padarias é clara: as empresas que buscam se antecipar às novidades, inovar ou se atualizar, colocando mais frescor e personalização em seu mix de produtos e serviços, qualidade e um atendimento diferenciado e multicanal, conseguem permanecer no mercado.

Então, entenda e identifique as oportunidades de negócio e as tendências para aproveitar o potencial do mercado e se destacar diante da concorrência. Ofereça produtos para nichos específicos (celíacos e veganos, por exemplo), esteja presente nos meios digitais, inove no mix de produtos e serviços, “gourmetize” produtos convencionais e foque em criar experiências saborosas que fidelizem seus clientes, além de sempre oferecer um excelente atendimento!

Para enfrentar os desafios apresentados acima, esteja presente em múltiplos canais de venda: presencial, entregas e online, por exemplo, para aumentar o fluxo de clientes no seu negócio e ampliar os serviços oferecidos.

Treine, fidelize e motive funcionários. Eles são grandes responsáveis pelo seu negócio existir e são eles que atendem os clientes e produzem os produtos, por isso, tenha pessoas que vestem a camisa da sua empresa e estão focados nos mesmos objetivos que os seus!

Diversas padarias em operação estão cadastradas na nossa base de empresas à venda. Quem sabe seu negócio dos sonhos não está lá te esperando?

Uma dica extra:

Se optar por empreender no ramo de padarias, compre uma empresa em operação que já está consolidada no mercado, com uma carteira de clientes, um fluxo de caixa, um histórico, menos riscos e custos, além de um aproveitamento da estrutura, dos créditos e do estoque, da localização, da infraestrutura, dos processos, das estratégias, do Marketing, do nome que a empresa já construiu e de todos os aprendizados do antigo dono.

Para isso, lembre-se de fazer a avaliação da empresa que você se interessar. A BuyCo. é uma plataforma de intermediação de negócios que conta com um método próprio para avaliação de empresas e o suporte de consultores especializados.

E aí, quer saber mais? Então, clique no botão abaixo:

QUERO SABER QUANTO VALE UMA EMPRESA!

Caso sua empresa tenha um porte maior, não se preocupe. A BuyCo. já criou soluções para te atender. Quer saber mais? Então é só clicar aqui e entrar em contato!

anunciar-minha-empresa

Como anunciar minha empresa para a venda?

Múltiplo de EBITDA: o que é e como usar no Valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FCD): o que é, para que serve e como calcular