Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

Por que é tão burocrático abrir uma empresa? Conheça o passo a passo completo!

Abrir uma empresa no Brasil não é um processo simples. E, apesar da ansiedade para ver o seu negócio começar a decolar de forma rápida, não pense que a sua empresa estará operando em um mês, pois de acordo com as estatísticas o processo de abertura pode durar 4 meses ou mais.

O excesso de burocracia dificulta a vida do empreendedor do Brasil que, muitas vezes, acaba desistindo de seus sonhos. Isso porque, são diversas fases desnecessárias que tomam o tempo, esforço e dinheiro do empresário. Então, é esse excesso que atrapalha a formalização dos negócios, além de tornar o processo mais caro.

Por isso, no artigo de hoje, vamos apresentar um passo a passo completo para abrir uma empresa, além de mostrar uma solução para acelerar sua jornada.

Então vamos lá? Boa leitura!

Custos para abrir uma empresa

A primeira pergunta que toda pessoa faz antes de abrir uma empresa é “quanto custa para começar um negócio do zero?” De acordo com os resultados da pesquisa realizada pela FIRJAN, o custo médio de abertura de uma empresa é de R$ 2.000,00, podendo variar em até 274% para mais ou para menos entre os mais diversos municípios do país.

Porém, nesse valor não estão considerados os gastos indiretos que pesam no bolso do empresário. Além disso, as despesas, como o aluguel, a reforma do ponto comercial e os honorários do contador, ocorrem antes mesmo de iniciar suas atividades.

Está vendo como já começaram as burocracias apenas ao analisar quanto custa para abrir uma empresa? Você não viu nada. Por isso, continue com a leitura para conhecer os próximos passos para abrir uma empresa.

Encontrando um contador

foto-de-empreendedor-dando-as-maos-ao-contador-que-vai-auxiliar-no-processo-de-abrir-uma-empresaAntes de mais nada, você precisará encontrar um contador para abrir e manter a sua empresa.  Não necessariamente você precisa de um contador para abrir a empresa, mas ele será fundamental para mantê-la. Por isso, contratar um profissional desde o início é um diferencial.

O contador será seu maior aliado durante todo o processo de abertura, te indicando todos os passos, qual o tipo, a natureza jurídica e o regime de tributação da empresa, entre outros aspectos.

Além disso, ele te auxiliará a manter seus negócios organizados, em dia e dentro da lei e poderá te ensinar sobre gestão e finanças, permitindo que você potencialize seu negócio.

Nesse caso a primeira atividade é a elaboração de um cronograma de trabalho com o contador, pois como abrir uma empresa é uma prestação de serviços, torna-se importante que o contador saiba quando você precisa da empresa aberta, por exemplo, ou qual a sua capacidade de investimento neste processo.

Ainda não tem contador? Então clique aqui para entrar em contato e te indicaremos um parceiro BuyCo.

Primeiros passos para abrir uma empresa

A formalização do seu negócio é o primeiro passo para o início das suas atividades empresariais e você precisa ficar atento para reunir todos os documentos e dados antes mesmo de começar. São eles:

  • A cópia do IPTU do local onde será a sede do negócio;
  • Os documentos dos sócios:
    • A cópia da carteira de identidade;
    • A cópia simples do comprovante de residência;
    • O certificado Digital e-CPF tipo A3;

Além disso, você também precisa ter uma série de definições em mente para iniciar o processo de abertura. Alguns exemplos são:

  • A metragem usada no local (m2);
  • As 3 ideias de nomes de Razão Social para consulta prévia;
  • O nome Fantasia (se desejar);
  • O valor do Capital Social;
  • O percentual de participação acionária;
  • Mencionar quem será(ão) o(s) sócio(s) administrador(es);
  • A definição das atividades da empresa.

Consulta prévia de viabilidade

Antes de começar as reformas e a preparação do ponto, você deve fazer uma Consulta Prévia de Viabilidade na prefeitura da sua cidade. Isso é preciso, porque o zoneamento da cidade pode impedir o exercício de certas atividades em certos locais.

Essa consulta consiste em verificar se é possível realizar a atividade que você deseja no local pretendido. Nesse momento, também é verificado se o nome escolhido poderá ser usado.

Integração REDESIM

O próximo passo é dar entrada no pedido de abertura de CNPJ por meio do portal REDESIM que irá integrar o pedido em todos os órgãos necessários.

homem-diante-de-notebook-cumprindo-uma-das-etapas-para-abrir-uma-empresaREDESIM é a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios. Seu objetivo é abreviar e simplificar os processos e diminuir o tempo e o custo para abrir uma empresa, através de um conjunto de sistemas informatizados e interoperáveis.

Assim, a própria REDESIM faz a integração de todos os processos dos órgãos e das entidades responsáveis pelo registro, a inscrição, a mudança, a baixa e o licenciamento das pessoas jurídicas, por meio de uma única entrada de dados de documentos.

A partir da REDESIM, também é feito o contrato social da empresa, que definirá as participações de capital de cada um dos sócios, o interesse das partes, quais as atividades e os objetivos da empresa, o tipo de empresa, qual o modelo tributário, a descrição do aspecto societário e a forma de integralização das cotas, entre outros.

Registro na Junta Comercial

Em seguida os registros se dão na Junta Comercial ou no Cartório de Pessoas Jurídicas de seu estado. É a partir desse registro que sua empresa passará a existir de forma oficial e poderá ganhar o famoso CNPJ, a inscrição estadual e, também, a inscrição municipal. Para ilustrar, isso representa para as pessoas jurídicas, o mesmo que a Certidão de Nascimento para as pessoas físicas.

Os documentos mais comuns de serem apresentados nesse momento são: o Contrato Social, os documentos pessoais de cada sócio, o requerimento padrão, a ficha de cadastro nacional e o pagamento de taxas através de DARF.

Além disso, lembre-se que você precisará realizar uma consulta prévia do nome empresarial que você escolheu para ver se ele está disponível ou já está sendo usado por outra empresa. Essa é uma etapa obrigatória, que deve ocorrer no site da Junta Comercial.

Alvarás de Localização e Funcionamento

Mesmo com a empresa já registrada, com o CNPJ em mãos, isso não quer dizer que pode começar a operar seu negócio.

As autorizações, os registros, as licenças e os alvarás dos órgãos de vistoria são requisitos essenciais para conseguir o seu alvará de funcionamento. São muito variáveis e dependem do ramo de atividade, do local de instalação e até mesmo do porte de sua empresa.

Assim, para obter um alvará de funcionamento, você precisa comprovar na prefeitura que reúne todas as condições exigidas por lei para exercer a atividade da sua empresa. Só assim você poderá abrir as portas do seu negócio.

Além disso, algumas atividades empresariais precisam de autorização até das Forças Armadas – como é o caso das empresas que trabalham com artefatos explosivos, bélicos e produtos químicos controlados. Entre as inscrições e as licenças mais comumente exigidas, estão as seguintes:

foto-de-fundo-azul-com-papeis-voando-simbolizando-as-burocracias-para-abrir-uma-empresaA licença ambiental: obtida em órgãos municipais e estaduais de meio ambiente e no IBAMA. É exigida de empresas que exercem atividade industrial, metalúrgica, mecânica, têxtil, química, de calçados ou agropecuárias.

A licença sanitária: obtida em órgãos municipais, estaduais e federais de vigilância sanitária. É exigida de empresas que atuam no setor de alimentação, de medicamentos e de cosméticos.

A vistoria de cumprimento das normas de segurança: é realizada pelo Corpo de Bombeiros e quase todas as empresas estão sujeitas a essa análise.

Além das licenças municipais e estaduais, algumas atividades exigem a inscrição em órgãos federais, como o ministério do turismo, da agricultura, da pecuária e abastecimento, da polícia federal, entre outros.

A falta de algum desses documentos pode atrasar ou inviabilizar a abertura da sua empresa. Por isso, conte com a ajuda de seu contador para te orientar sobre todas as licenças e inscrições que sua empresa precisará.

Cadastro para emissão de Notas Fiscais Eletrônicas

A Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) é um documento digital, emitido e armazenado de forma eletrônica para documentar uma operação de circulação de mercadoria ou de prestação de serviços e substituir a nota fiscal de papel, que hoje é menos usada.

Por isso, o primeiro passo para emiti-la é realizar o credenciamento junto à SEFAZ do seu estado ou à prefeitura do seu município em caso de prestadores de serviços. Alguns requisitos precisam ser seguidos. São eles:

  • Possuir o certificado Digital do padrão ICP-brasil;
  • Ter acesso à internet;
  • Possuir o programa emissor de NF-e ou usar o gratuito disponibilizado pela SEFAZ;
  • Solicitar o credenciamento junto à SEFAZ.

Declarações para abrir uma empresa

Com tudo isso feito, o próximo passo e enviar todas as declarações de abertura da empresa, como SEFIP, DAS, SINTEGRA, entre outras. Mas, para essa tarefa, você pode contar, também, com o seu contador.

Quero acelerar minha jornada empreendedora, o que fazer?

Ter um negócio próprio é o sonho de muitas pessoas. Porém, o processo de abertura de uma empresa é muito denso e burocrático, e é por isso que, em média, são 53 dias para abrir uma empresa, conforme dados do Banco Mundial. Mas nós sabemos que na realidade esse prazo pode chegar até 4 meses.

O Brasil está em 130º lugar entre 185 países no ranking que avalia a facilidade para fazer negócios. Desanimador, não é?

ilustracao-de-degraus-com-lampada-no-topo-para-simbolizar-a-compra-de-empresas-como-alternativa-para-abrir-uma-empresaPorém, existe uma alternativa para você que quer empreender de forma mais rápida e menos burocrática: comprar uma empresa em operação.

Isso porque empreendedores acreditam que comprar uma empresa pronta representa um risco menor do que começar uma do zero. Afinal, o período mais crítico para uma empresa se dá nos primeiros anos de operação. Faz sentido, não é?

Um negócio em operação reduz os custos e as burocracias iniciais de abertura que vimos acima. Só de cortar esse grande número de etapas já é um alívio, certo?

Além disso, uma empresa em operação já tem, entre diversas outras vantagens, uma estrutura pronta, os parceiros alinhados, os funcionários treinados, os clientes fidelizados, uma marca conhecida no mercado e um histórico que pode servir como um aprendizado muito valioso para o novo dono.

Por isso, a BuyCo. pode te auxiliar a se tornar um empreendedor de forma fácil, rápida, segura e sem burocracias. Temos diversas empresas à venda em nossa plataforma e uma delas pode se encaixar no seu perfil.

Além disso, conte também com o suporte de nossos profissionais especialistas em compra e venda de negócios que podem te auxiliar durante todo o processo.

QUERO SABER QUANTO VALE UMA EMPRESA!

 

 

anunciar-minha-empresa

Como anunciar minha empresa para a venda?

Múltiplo de EBITDA: o que é e como usar no Valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FCD): o que é, para que serve e como calcular