Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

Como a Laila realizou seu sonho de empreender no ramo de alimentação ao comprar uma empresa em operação

comprar-empresa-em-operacao

A Chá Comigo, casa de chás mais famosa de Belo Horizonte, precisou ser vendida em 2017 e hoje colhe os bons frutos de ter mantido suas operações, tornando-se a realização de um sonho da Laila.

Muitas pessoas procuram a BuyCo. para vender suas empresas pelos mais variados motivos. E essas empresas acabam se tornando a oportunidade que muitas outras pessoas procuram para empreender e realizar sonhos.

Quer conhecer a história da Chá Comigo? Vamos contar porque a Laila decidiu comprar uma empresa em operação, para realizar seu sonho de ter um negócio próprio no ramo de alimentação.

Esperamos que essa história te mostre que é possível tornar os sonhos realidade. Boa leitura!

A Chá Comigo

A Chá Comigo é a casa de chás mais famosa de Belo Horizonte. Além de chás, a casa serve cafés, pães de queijo recheados, sanduíches, saladas, bruschettas, bolos e tortas, cervejas, vinhos, entre outros.

Com um espaço simples e acolhedor, seu objetivo é ser um refúgio no meio da cidade para colocar o papo em dia, ler, trabalhar, relaxar e aproveitar bons momentos. No local existe um ponto de deixe e leve livros, venda de presentes e quitutes e som de vinil para tornar a experiência ainda mais agradável.

O treinamento dos funcionários servem para que eles tratem o cliente como se estivessem recebendo os amigos em casa, com um cuidado que traz o sentimento de segunda casa e senso de comunidade.

A casa já foi reconhecida pelo TripAdvisor com o Certificado de Excelência em 2016, 2017, 2018 e 2019. Além disso, ficou em terceiro lugar na categoria de melhor café de Belo Horizonte da Veja Comer e Beber em 2017/2018 e foi eleita como o lugar mais COOL (criativo, original, ousado e local) de BH em 2015 na premiação do coletivo Beagá Cool.

foto-da-fachada-da-cha-comigo-para-representar-um-case-de-sucesso-sobre-comprar-empresa-em-operacaoFoi criada em 2014 e, por motivos pessoais, a proprietária precisou sair da empresa. Mas a história da Chá Comigo não parou por aí. A Laila comprou a empresa em operação e esta se tornou a realização de seu grande sonho pessoal.

Para entender melhor como foi sua jornada empreendedora, batemos um papo com a atual proprietária da casa para que ela nos contasse melhor como funcionou essa transição.

Conhecendo a história da Laila

Para fazer jus a história que vamos contar, era uma vez… a Laila, atual empreendedora residente de Belo Horizonte que sempre gostou de arte, cultura e história.

Laila trabalhava com geotecnia, geologia e mineração em uma empresa que gostava muito. Porém, durante um episódio de crise financeira, foi demitida da empresa, pois o setor no qual trabalhava na área de sondagem havia fechado.

Com o tempo, conseguiu um novo emprego (na empresa que trabalha até hoje) que exigia que ela viajasse muito para locais remotos e de difícil comunicação, ficando várias semanas longe de casa e de sua namorada, Rafa.

Um dia, conversando com sua companheira, disse que estava infeliz e cansada de viajar tanto. Comentou que gostaria de fazer outra coisa, pois nem a faculdade estava conseguindo conciliar, sendo reprovada nas matérias por frequência e precisando trancar os estudos.

Então, a Rafa perguntou:

– Se você pudesse ter alguma coisa própria, o que seria?

Laila pensou nas coisas que gosta antes de responder: história, cultura, música, livros, comidas gourmet, vinhos e cafés.

– Rafa, eu teria uma cafeteria que fosse livraria, com sofás em que a pessoa senta e lê o livro, toma um café, se sente à vontade para desfrutar um momento tranquilo, como aquelas da Savassi, com estantes lotadas de livros.

Conversando conosco, Laila se lembrou de uma vez que foi com a Rafa em uma cafeteria como essa de seu sonho, tomou um chopp e assistiu a uma performance de uma banda homenageando os Beatles. Ficou extasiada e disse que aquele era o seu tipo de lugar: cultura, livraria, música, comida boa, cerveja artesanal. Ali ela viu que era isso que queria.

Conhecendo a Chá Comigo para comprar uma empresa em operação

foto-de-casa-de-chas-com-cha-em-cima-de-livro-como-opcao-para-foto-de-laila-e-sua-equipe-diante-da-cha-comigo-representando-seu-sucesso-apos-foto-da-fachada-da-cha-comigo-para-representar-um-case-de-sucesso-sobre-comprar-empresa-em-operacao6 meses depois, Laila nem se lembrava mais dessa história quando a Rafa, que trabalhava com compra e venda de empresas, chegou em casa animada:

– Você não vai acreditar, apareceu um negócio que é a sua cara, uma casa de chás!

– Quem toma chás, Rafaela?

– Lá tem outras coisas: cerveja, café, chocolate quente.

Então, a Rafa foi visitar a famosa Chá Comigo e levou para a Laila uma fatia da torta de alfajor. Ambas comeram e gostaram muito e Rafa contou que a casa estava lotada, com muita gente tomando chás e ouvindo Beatles no vinil, fazendo com que Laila se interessasse em conhecer o local.

Laila conta que marcou de ir lá numa terça-feira anoite e pediu um pão de queijo recheado com molho pesto que é seu preferido do cardápio até hoje. Na hora que comeu, lembra que foi uma experiência tão diferente em um local tão bonito e acolhedor que começou a se perguntar o motivo da venda daquele negócio tão interessante.

Questionada, a antiga proprietária respondeu que estava cansada, queria retomar o jornalismo e, por isso, já havia buscado uma empresa para avaliar e vender a empresa (da mesma forma que a BuyCo. faz).

Nesse momento, surgiu uma esperança do início de algo diferente. Laila queria sentir adrenalina de começar algo novo e colocou em mente que iria alcançar esse desafio e adquirir a empresa. Mas com que dinheiro? Uma empresa movimentada, bonita, com lucros e na zona sul, provavelmente, seria cara. E a avaliação da empresa não foi diferente.

Por isso, Laila e Rafa começaram a amadurecer a ideia e pensar em formatos para conseguir verba para adquirir a tão sonhada empresa. Procuraram diferentes formas de empréstimos, mas os juros eram tão absurdos que inviabilizavam qualquer tipo de negociação. Sem chance!

E aí?

Rafa decidiu entrar no negócio e Laila, prontamente, começou a pensar no seu dinheiro. Precisaria conversar com seu atual chefe para ser mandada embora sem justa causa com aviso prévio indenizado, pegar o acerto, o FGTS e os 40% de multa, vender seu carro e somar com algumas outras economias.

Mesmo com isso tudo, faltava 1/3 para completar o dinheiro da entrada que havia sido negociado com a proprietária, juntamente com parcelas fixas sem juros.

Em um final de semana em Lavras Novas, o casal estava observando o céu e viram 4 estrelas cadentes seguidas. Os 4 pedidos foram iguais: conseguir adquirir a Chá Comigo. E foi assim que o cunhado da Rafa, Matheus, entrou na história.

As duas o procuraram para pedir um empréstimo e ele se interessou tanto que quis entrar para a sociedade, por também estar buscando algo diferente.

foto-de-pessoa-servindo-cha-em-casa-de-chas-representando-a-possibilidade-de-comprar-empresa-em-operacaoJunto com seu pai, Sr. Ronaldo, foram conhecer a famosa casa de chás. Ronaldo pediu o orange chocolat, um chá verde com cacau e laranja e, no momento que provou, lembrou do sabor de um chá que tomou em Zurique. Laila teve ainda mais certeza de que era isso que queria, um ambiente extremamente cultural e agradável. E Matheus também estava dentro!

Em setembro de 2017 o negócio foi fechado e foi dado o início do treinamento para fazer a transição, passo muito importante para o sucesso do negócio.

No primeiro dia, Laila, a antiga proprietária e a equipe sofreram um assalto a mão armada e essa foi sua primeira prova de fogo para decidir se era aquilo mesmo que queria. Mas tudo tinha fluido tão bem para acontecer, que ela pensou:

– É pra ser sim, preciso ficar mais forte e isso é uma aprovação mesmo, vou vencer esse desafio e realizar um sonho.

Como a Laila está hoje, após comprar uma empresa em operação?

foto-de-laila-e-sua-equipe-diante-da-cha-comigoA partir disso, tudo deu muito certo. A Chá Comigo se pagou durante 2 anos, que foi o tempo da entrada e do fim do parcelamento.

Laila se apaixonou pelo mundo dos chás, mas sem deixar o cafezinho de lado, claro. Fez um curso de sommelier e se tornou referência no negócio.

Com a casa de chás estabilizada, Laila pôde voltar a trabalhar na empresa que também gostava muito. Hoje ela concilia as duas coisas: fica na empresa na parte da manhã e da tarde e às 17 horas vai para a Chá Comigo.

Feliz, ela conta:

“Você que quer comprar uma empresa em operação vai passar por um monte de coisas, boas e ruins, vai lidar com várias coisas diferentes, mas você tem que ter inteligência emocional, aprender e entender que as coisas nem sempre acontecem como você quer. E sim, como devem ser.

Cometemos muitos erros durante esses dois anos, com pessoal, com mudança de processos. Foi um período de muitos testes para fazer funcionar.

É um mercado muito novo, poucas pessoas conhecem e gostam, mas está ganhando espaço e eu me surpreendendo de ver que tem dias que vendo 150 chás. É tudo muito legal e gratificante.

Nossa história é essa: foi um sonho que foi realizado para suprir meu desejo de estar no universo que sempre gostei: arte, cultura e novas experiências.”

Conclusão

Já pensou se a Laila não tivesse persistido em seu sonho? Provavelmente, hoje estaria frustrada e a Chá Comigo poderia não existir mais. Ainda bem que isso não aconteceu!

Viu só que uma empresa a venda pode ser uma ótima oportunidade de investimento? Não necessariamente o negócio está quebrado. No caso da Chá, a antiga proprietária queria seguir outros caminhos em sua vida e encontrou a Laila, buscando realizar um sonho!

E qual o seu sonho que vamos tornar realidade? Conte com a ajuda dos corretores da BuyCo. para comprar uma empresa em operação e começar a empreender. Clique aqui para conhecer nossas oportunidades!

 

 

anunciar-minha-empresa

Como anunciar minha empresa para a venda?

Múltiplo de EBITDA: o que é e como usar no Valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FCD): o que é, para que serve e como calcular