Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

Comprar empresas na baixa: uma excelente oportunidade para investir ou empreender

Está na dúvida se é um bom negócio comprar empresas na baixa? Ou acredita que um momento de crise não tem oportunidades? Não se engane: é na crise que surgem as melhores oportunidades.

Vou logo adiantando que este momento é muito oportuno, pois você investirá um valor baixo, já que muitos negócios estão lidando com os efeitos mais adversos da crise e, no futuro, quando o negócio se valorizar, você terá um retorno muito maior do que o valor investido no momento, seja para vender na alta ou continuar no negócio.

Continue com o artigo e veja que é possível comprar uma empresa na baixa e obter muito sucesso. Então, vamos lá? Boa leitura!

Por que vale a pena comprar empresas na baixa?

A maioria dos investidores dizem que os melhores momentos para investir são como este que estamos vivendo. A lógica é simples: comprando por um preço abaixo do mercado é possível valorizar o negócio e quando estiver em alta passar por um valor mais alto ou continuar com o negócio que talvez, em outras situações, você não teria condições para adquirir.

Alguns donos de micro e pequenos negócios não possuem capacidade financeira para suportar momentos como este. Ou seja, optam por passar a bola para frente, antes de quebrar vendendo por um preço inferior ao valor investido. Acredite: você vai encontrar pequenas empresas, com bons lucros para o momento e com valor abaixo do mercado por causa do cenário atual. Quer coisa melhor que boas ofertas a preços mais acessíveis?

Além desse aspecto que torna o momento oportuno, alguns índices de mercado apontam que a economia brasileira pode retomar seu crescimento em breve, afinal, antes da crise, as perspectivas eram boas. Por isso, ao comprar agora, o retorno pode vir mais rápido do que se espera.

Nesse caso, a ideia é adquirir empresas com potencial e que precisam ser vendidas imediatamente (garantindo boas condições) e implantar um plano de reestruturação de médio ou longo prazo conforme a situação em que cada uma se encontra. Assim, no futuro, quando o negócio revalorizar ou estiver recuperado, você decide se quer vender na alta ou, conforme os resultados, continuar com o negócio.

Como saber se tenho perfil para comprar empresas na baixa?

Segundo o Will Rogers, ator e comediante norte-americano, “Não especule, compre boas empresas, aguarde e venda”.

foto-de-homem-diante-de-seu-computador-pensando-se-vale-a-pena-comprar-empresas-na-baixaEsta estratégia é muito comum no mundo empreendedor, porém não são todos que possuem perfil para este tipo de negócio, afinal, é preciso considerar os riscos. Além disso, essa estratégia exige muita paciência e algumas táticas de mercado para saber lidar com as diversas eventualidades. Por isso, estas são características de um empreendedor arrojado, que sabe suportar as perdas de curto prazo, não é avesso a riscos, conhece os momentos e movimentos de mercado e conseguem esperar que a empresa gere lucros e resultados maiores em médio e longo prazo.

Separamos quatro tópicos para você fazer uma autoanálise e entender se encaixa no perfil empreendedor/investidor para comprar empresas em operação na baixa. Essa análise será fundamental para que você tome decisões eficientes, seguras e estratégicas!

1-) Analise seu perfil

Autoconhecimento é o primeiro passo para o sucesso. Entender quais são as suas metas, a flexibilidade aos riscos, o horizonte temporal e o quanto está disposto a investir, são características para saber em qual perfil você se encaixa. O objetivo é identificar qual o seu perfil investidor e conhecer até que ponto você suporta oscilações de mercado e perda de dinheiro.

Da mesma forma que ocorre no mundo das ações, existem pessoas mais conservadoras e que preferem correr menos riscos e valorizam a segurança, mais moderados e que são mais flexíveis e os mais arrojados que toleram riscos e buscam rentabilidades mais altas.

2-) Defina seus objetivos

ilustracao-de-dardos-para-representar-a-definicao-de-objetivos-fundamental-para-comprar-empresas-na-baixaPreservar para continuar com o negócio ou fazê-lo crescer para vender? Provavelmente, você pode ficar na dúvida. Porém é importante colocar na balança para medir o risco e sua expectativa de retorno, mesmo que você mude de ideia ao longo do tempo.

Antes de investir, pense no futuro e tenha nitidez do que fazer com o dinheiro daqui cinco anos. Entenda seus objetivos com o investimento e com o negócio em si. Em todos os casos, seja na venda ou na continuidade, valorize-o sempre, você nunca sabe o dia de amanhã!

3-) Busque dados

Faça uma pesquisa sobre a empresa que pretende comprar, seja para dar continuidade, ou para vender no futuro, afinal, você terá que ficar com ela por um tempo. Caso seja marinheiro de primeira viagem, este tópico é essencial para que não tenha futuras frustrações.

Pode apostar, pequenos detalhes fazem diferença no sucesso. Então busque o máximo de dados que você puder, principalmente no que se refere ao financeiro: Balanço Patrimonial para conhecer ativos, passivos e patrimônio líquido; Demonstração do Resultado do Exercício para conhecer se a empresa teve lucro ou prejuízo, além da avaliação da empresa, que além de demonstrar o quanto ela vale, faz análises financeiras, históricas, contábeis e de mercado completas sobre aquele negócio.

QUERO SABER QUANTO VALE UMA EMPRESA!

4-) Conheça o mercado

ilustracao-de-lupa-para-ressaltar-a-importancia-de-pesquisar-antes-de-comprar-empresas-na-baixaEntenda em qual mercado que você pretende buscar empresas. Afinal, conforme o mercado, existem particularidades específicas para cada negócio.

Procure saber quais os pontos positivos e negativos. Como você já deve saber, durante o ano o faturamento sofre diversas variações. Saber lidar com essas diversificações, te ajudará a ter fôlego para superar os momentos de baixas durante o ano. Conhecer tudo isso com antecedência será um diferencial.

5-) Quando for vender…

Opto por vender ao invés de dar continuidade no negócio? Agora vem a peça chave para “fazer dinheiro” nas negociações. Você precisa estar sempre informado do seu setor, para saber se está no momento da venda. Periodicamente reveja, como por exemplo, seus faturamentos e as melhorias da sua empresa, de forma a valorizar o negócio antes da venda e aproveitar os melhores momentos. Além disso, acompanhe os movimentos do mercado para garantir que você venda na alta (comprar na baixa e vender na alta é o segredo). Por fim, lembre-se de fazer a avaliação da sua empresa periodicamente.

E aí, quer empreender aproveitando este cenário, comprando empresas com um valor abaixo do mercado? Conheça nossas oportunidades e busque a melhor opção para você investir. Além disso, conte com a ajuda de nossos consultores de negócios que, além de experiência de mercado, vão te ajudar a compreender seu perfil comportamental e empreendedor para encontrar o melhor negócio para você!

QUERO SABER QUANTO VALE UMA EMPRESA!

 

anunciar-minha-empresa

Como anunciar minha empresa para a venda?

Múltiplo de EBITDA: o que é e como usar no Valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FCD): o que é, para que serve e como calcular