Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

Corretores de Empresas: qual a importância em um processo de compra ou venda de negócios?

O termo Business Broker é famoso nos EUA, porém, aqui no Brasil, a profissão é menos conhecida. Sua tradução literal seria “corretores de empresas” ou “corretores de negócios” que atuam como intermediários em processos de compra e venda de empresas de menor porte. Você já conhece? Ainda não? Então não se preocupe!

Para saber o que são os corretores de empresa, suas habilidades, suas funções e sua importância, continue com a leitura do artigo para ficar por dentro de tudo!

Então vamos lá? Boa leitura!

O que são corretores de empresas?

foto-de-corretores-de-empresas-diante-de-comprador-e-vendedor-de-empresa-realizando-a-negociacaoOs corretores de empresas ou de negócios, também conhecidos por Business Brokers, ajudam os compradores e os vendedores de empresas de capital fechado no sucesso dos processos de compra e venda. Então, eles são pessoas que facilitam a venda de pequenos e médios negócios, e trabalham tanto com os vendedores, como com os compradores, para garantir que ambas as partes encontrem a melhor solução. Legal, não é?

Como forma de facilitar a compreensão, pense nos corretores de imóveis. Apesar de existirem diferenças, a função é semelhante, porém sua prática se limita às empresas. E aí, entendeu?

Apesar de ser um mercado novo no Brasil, já existem corretores com ampla experiência em compra e venda de diversos tipos e tamanhos de negócio. É o caso dos profissionais da BuyCo., focados em micro, pequenas e médias empresas. 

Abaixo abordaremos o que é preciso para ser um corretor de empresas, o que eles fazem e qual a sua importância. Então, vamos lá?

O que é preciso para se tornar um dos corretores de empresas?

Nos EUA, alguns estados exigem que os corretores tenham licença. Além disso, se a venda estiver atrelada a um imóvel, é preciso ter, também, a licença imobiliária. Porém, a maioria das pequenas e médias empresas estão em locais alugados. No Brasil, não existem requisitos específicos de licença.

Além disso, no Brasil, está é uma profissão muito nova e são poucos os escritórios que pertencem ao IBBA (International Business Brokers Association).

Em geral, os corretores de empresas têm forte formação em Finanças e Economia para iniciar o trabalho de venda ao elaborar a avaliação da empresa, ou seja, estimar o valor do negócio para dar sequência aos próximos passos da negociação. Logo, um histórico de experiência e/ou educação em negócios é essencial para uma prática de sucesso. Faz sentido, não é?

Além disso, é preciso ter um conhecimento ou uma inteligência de mercado para anunciar de forma profissional e sigilosa a empesa que está e venda. Assim, é preciso lidar com os potenciais compradores através de entrevistas e negociações iniciais. Assim, é parte de sua função facilitar o andamento da due diligence e responder todas as perguntas feitas pelo comprador.

Profissionais especializados, oferecem um serviço completo, baseado em comissões no âmbito de um acordo assinado com um vendedor ou acordo “representação comprador” com um comprador. Isso é acordado em contrato. Além disso, existe a chance de cobrar taxas iniciais para cobrir as despesas envolvidas antes do sucesso do negócio.

O mercado atendido por corretores de negócios, em geral, envolve a venda de empresas com operação de até R$ 500.000.00.

Empresas maiores são classificadas no middle market e vão empregar as empresas que se especializam em fusões e aquisições. No entanto, corretores de empresas participam destas atividades quando se trata de uma transação entre empresas menores.

O que fazem os corretores de empresas?

Os corretores podem representar o comprador ou o vendedor. No passado, a função estava mais ligada ao vendedor, permitindo que este mantivesse seu foco na execução dos negócios até que o processo de venda se concretize. Porém a representação do comprador também está relevante. Assim, existe a chance de um mesmo Broker representar ambas as partes, se todos estiverem de acordo. Legal, não é?

Vale ressaltar que os vendedores e os próprios compradores são os principais envolvidos na venda. Os corretores de empresas são apenas os facilitadores, os mediadores, os especialistas, os analíticos e acima de tudo, os imparciais, focados no sucesso da venda, na transparência e na segurança de ambas as partes.

Em alguns casos, estes profissionais têm contatos com grupos empresariais ou investidores que buscam comprar empresas em certos setores, o que facilita e agiliza a conclusão da venda. O network nesse caso, é muito importante, inclusive com profissionais de áreas de finanças, contadores, advogados e outros que possam auxiliar na transação.

A contratação de um corretor de negócios não é uma exigência para a venda de uma empresa ou para a obtenção de um pequeno negócio. No entanto, uma vez que um corretor é contratado, ele oferece toda a sua expertise para assessorar como a negociação deverá seguir, irá garantir que todas as partes sejam pagas e que a operação ocorra da melhor forma possível para todos, no que se refere à segurança, à transparência, à imparcialidade e à justiça.

É ideal que o profissional oriente, aconselhe e aponte o caminho para que a compra ou venda de uma empresa ocorra da melhor maneira para ambas as partes. Então, um bom corretor faz ambas as partes economizarem tempo, esforço e dinheiro.

São funções do corretor:foto-de-corretores-de-empresas-de-maos-dadas-com-comprador-ou-vendedor

  • Realizar uma avaliação de empresas completa e profissional para definir o preço de venda mais provável;
  • Realizar serviços de auditoria, de aconselhamento e de assessoria empresarial;
  • Elaborar um resumo da oferta que será fornecido aos potenciais compradores após a assinatura de um acordo de confidencialidade;
  • Divulgar e comercializar o negócio mantendo o sigilo;
  • Procurar e apresentar os potenciais compradores para o negócio (ou os potenciais vendedores);
  • Facilitar o encontro entre as partes;
  • Elaborar ofertas para a compra do negócio;
  • Dirigir e acompanhar as negociações;
  • Facilitar a diligência;
  • Auxiliar o comprador a obter financiamento de aquisição de negócios;
  • Agendar e facilitar o fechamento da transação;
  • Apresentar o acordo comercial aos advogados de ambas as partes.

Por isto, é importante ter um corretor de empresas para assessorar ambos os lados e conduzir de forma profissional todo o processo de venda, que gira em torno de 3 meses a 2 anos, dependo do porte da empresa e da organização da instituição.

E aí, ficou com alguma dúvida? Então conte pra gente aqui embaixo!

A BuyCo. possui corretores de empresas focados em micro e pequenas operações. Além disso, oferecemos a avaliação de empresas para calcular o valor do seu negócio. Então, conte conosco para te ajudar no momento de compra ou venda de uma empresa.

QUERO SABER QUANTO VALE MINHA EMPRESA!

Caso sua empresa tenha um porte maior, não se preocupe. A BuyCo. já criou soluções para te atender. Quer saber mais? Então é só clicar aqui e entrar em contato!

 

 

anunciar-minha-empresa

Como anunciar minha empresa para a venda?

Múltiplo de EBITDA: o que é e como usar no Valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FCD): o que é, para que serve e como calcular