Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

Delivery: como os softwares de gestão de entrega podem contribuir com o seu negócio?

Como está a saúde financeira da empresa?  Abalada, não é mesmo? Mas não adianta entrar em desespero e não tomar as atitudes para reverter a situação de crise. Chegou a hora de dar a volta por cima, não é mesmo?

O isolamento social foi uma medida adotada para amenizar o contágio e acabou abalando principalmente os micros e os pequenos negócios. Então, como manter a operação da sua empresa com tamanha mudança e sem colocar em risco a saúde das pessoas? Difícil, não é?

Além do pessoal da limpeza e segurança, que estão trabalhando na linha de frente para conter o avanço da pandemia, os motoboys que estão fazendo as entregas e atuando junto com os aplicativos de delivery também continuam trabalhando e podem ser a solução que o seu negócio precisa para amenizar os impactos da crise.

Você deve estar pensando que só empresas de alimentação podem continuar sua operação com delivery? Errado: alguns aplicativos também oferecem soluções para que os micros e pequenos negócios de diversas áreas também continuem trabalhando. Vamos listar os principais aplicativos de entregas para que você escolha àquele que mais se encaixa ao perfil da sua empresa. Incrível, não é?

Então vamos lá? Boa leitura!

Como a estratégia de delivery pode contribuir com o seu negócio?

Diferente do que todos pensam, os aplicativos de delivery não se limitam apenas a entregas de alimentos. Nos dias atuais, diversos deles entregam uma grande diversidade de produtos e podem melhorar a precisão das operações, além de facilitar a gestão da sua empresa e aumentar o alcance do seu negócio. Faz sentido, não é?

Isso porque a tecnologia tem como objetivo reduzir o erro nos processos de entrega e na comunicação, além de garantir a segurança e a agilidade.

Assim, são diversas as vantagens que o delivery pode proporcionar ao seu negócio. A primeira delas é a chance de monitorar de forma remota todas as movimentações e eventos relacionados à entrega do produto. Assim, é possível evitar desvios de rota, além de permitir avisar ao cliente sobre os possíveis atrasos.

Além disso, é possível fidelizar clientes que contarão com entregas mais eficientes e rápidas, realizando pedidos de casa ou do trabalho, sem precisar de muitos esforços. E é muito comum que o cliente repita o pedido várias vezes.

ilustracao-de-entregador-de-delivery-diante-de-caminhaoOutra vantagem se dá no aumento das vendas. Afinal, você consegue atender pessoas que não estão na sua loja. Isso é muito relevante para o atual momento que estamos vivendo, afinal, ninguém está saindo de casa e os serviços de delivery estão entre os mais solicitados em tempos de quarentena.

Por último, é possível promover sua marca. Seu negócio e seus produtos estarão disponíveis para qualquer usuário que usar o aplicativo. Assim, sua visibilidade aumenta muito o que retroalimenta o aumento das vendas!

Parceiro Magalu

A Magazine Luiza criou uma plataforma digital de vendas chamada Parceiro Magalu exclusiva para micro e pequenos negócios ou para autônomos que queiram ter sua própria loja online. O objetivo é alcança milhares de varejistas que ainda não fazem venda no ambiente virtual. Assim, é possível manter negócios operando, sem sair de casa e sem correr riscos.

Nela, os varejistas poderão oferecer produtos sem custos na entrega das mercadorias vendidas e com uma taxa de 3,99% a cada venda concretizada, que poderá ser paga até 31 de julho deste ano. A plataforma também é capaz de gerar a nota fiscal e oferecer ao comerciante dados a respeito das operações realizadas.

No caso das pessoas físicas e autônomas, a plataforma permite que qualquer pessoa crie sua loja virtual em apenas 5 minutos, sem custos, e venda os produtos por meio das redes sociais com comissões de até 12% e sem sair de casa.

São aceitos para a venda eletrodomésticos e eletrônicos, utensílios domésticos, itens de jardinagem, moda e informática, games, instrumentos musicais, artigos de pet shop, decoração e suplementos alimentares. Assim, para vender através da plataforma, é preciso separar a documentação necessária e solicitada no site, preencher um formulário e aguardar a avaliação.

Americanas

Assim como a Magazine Luiza, a Americanas também disponibilizou em seu aplicativo o cadastro para micro e pequenos negócios venderem seus produtos de forma digital.

O cadastro das empresas é feito através do B2W Marketplace. Nele, o usuário terá que preencher um formulário e, se estiver dentro dos requisitos, já pode iniciar o cadastro e a venda de seus produtos. Submarino e Shoptime também disponibilizaram o cadastro e venda através do mesmo site da Americanas.

Rappi

foto-de-entregador-de-delivery-entregando-as-encomendasAlém de funcionar como delivery de restaurantes, lanchonetes e outros negócios que fornecem alimentos e bebidas prontos para consumo, o Rappi também possui serviços destinados a supermercados, farmácias e diversos outros produtos. Ou seja, o aplicativo faz entrega de praticamente tudo que o usuário precisar.

Nos dias atuais, a plataforma já está presente em 140 cidades brasileiras e se expandindo cada vez mais. Para que sua empresa faça parte do app, é preciso cadastrá-la, mas o processo é muito simples e, com certeza, te ajudará aumentar seu faturamento, além de fortalecer sua marca, tornando-a mais conhecida.

Além disso, a plataforma está criando estratégias para auxiliar no combate ao Covid-19: está distribuindo álcool em gel para os colaboradores e criou também método de entrega sem contato físico com o cliente, o que garante a saúde de todos.

iFood

Quem nunca ouvir falar no famoso aplicativo iFood atire a primeira pedra. O queridinho aplicativo de delivery de origem brasileira já está no mercado a mais tempo e é um dos mais usados para a entrega de comida.

Fazer parte do iFood permite que o seu negócio alcance novos públicos que não seriam alcançados de outro modo. O que isso significa? Aumento no faturamento!

Um aspecto interessante é que o iFood prioriza a qualidade. Quanto mais satisfeitos seus clientes ficarem com os seus serviços, mais destaque seu negócio recebe do aplicativo.

Não tem segredo para se cadastrar: basta preencha o formulário no site oficial do iFood e enviar os seus dados para a análise. Se o seu negócio atender as exigências básicas do iFood, a equipe deles entrará em contato com você o quanto antes.

Após ter cadastrado sua empresa, você pode fazer promoções exclusivas no aplicativo, garantindo ainda mais atratividade ao seu negócio. Sugiro que analise cada plano e veja qual atende a região do sua empresa para escolher o que melhor te atenderá.

Uber Eats

A Uber também possui uma modalidade de entrega de alimentos. O aplicativo é um pouco mais rigoroso para inserir um negócio. Assim, ao solicitar o serviço, o negócio passa por uma seleção mais apurada, onde a equipe da Uber define se a empresa se enquadra ou não no perfil para fazer parte do catálogo.

A Uber já anunciou que está em desenvolvimento de uma tecnologia para permitir entregas com o uso de drones, tornando-o mais barato e rápido, além de expandir a área de atendimento e melhorar a experiência do usuário.

99Food

Outro aplicativo muito conhecido para entrega de alimentos é o 99Food. Apesar de mais recente, o aplicativo promete que aprendeu com erros e acertos dos concorrentes e pretende alcançar um público ainda maior.

Além do serviço de entrega em si, todos os aplicativos acima irão promover sua marca, pelo número de acessos que possuem todos os dias nas plataformas e por disponibilizarem seu negócio e seus produtos ou serviços no catálogo. Sugerimos que você avalie de acordo com seu negócio qual dos aplicativos irá te atender melhor, conforme serviços, taxas e atendimento.

Redes Sociais

Caso não tenha se encaixado em nenhum desses aplicativos, vamos para outras estratégias que você pode usar de forma gratuita para promover seus produtos ou serviços e criar entregas de forma autônoma, isto é, sem o intermédio de aplicativos.

pessoa-usando-o-celular-para-pedir-deliveryComo opção você tem o WhatsApp, Instagram, LinkedIn e Facebook, onde você pode manter o contato com seus clientes ao postar belas fotos dos produtos, fazendo promoções com vouchers ou cupons de descontos, criar listas de transmissão e sorteios para ganhar mais seguidores e clientes que irão se tornar fiéis pela qualidade do produto e do atendimento. A partir disso, você pode anunciar seu serviço de entrega, seja com o uso de aplicativos ou de forma autônoma.

Essa é uma das tendências que já estava em alta antes mesmo do coronavírus e que nós garantimos que vai continuar mesmo depois que essa crise passar. E aí, quando você vai começar suas entregas através de delivery? Não fique para trás e comece o quanto antes!

E aí, gostou das nossas dicas? A BuyCo. se preocupa com a situação dos micro e pequenos negócios e está fazendo de tudo para que a crise seja o menos prejudicial possível. Por isso, se tiver algum assunto do seu interesse e que possa ajudar seu negócio, deixe nos comentários. Vamos juntos enfrentar isso tudo da melhor forma possível. Conte com a gente!

 

anunciar-minha-empresa

Como anunciar minha empresa para a venda?

Múltiplo de EBITDA: o que é e como usar no Valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FCD): o que é, para que serve e como calcular