Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

6 dicas para empresas sobreviverem durante a quarentena: como evitar prejuízos e crises financeiras

dicas-para-empresas-sobrevivere-durante-a-quarentena

Como a recomendação é que todos fiquem em casa para conter o avanço do coronavírus, o fluxo de consumo das pessoas reduziu muito e se limitou, na grande maioria dos casos, em bens mais voltados às necessidades humanas mais básicas, como os alimentos e os remédios. Por isso, infelizmente, grande parte dos negócios podem estar caminhando para uma grande crise.

Pensando nisso e no nosso propósito de reduzir a morte de MPEs, elaboramos esse artigo com diversas dicas para as empresas sobreviverem durante a quarentena. Esperamos que ele seja útil para você e que você consiga aplicar todas elas no seu negócio.

Então vamos lá? Boa leitura!

Antes de mais nada, qual o cenário econômico atual?

A doença causada pelo novo Coronavírus têm afetado não só a saúde das pessoas, mas preocupado as empresas, principalmente as menores, que tem uma menor capacidade financeira para arcar com alguns meses de baixo movimento.

Por isso, o setor econômico está muito preocupado com a possibilidade de o surto reduzir o crescimento do Brasil em 2020 entre 0,1 ponto percentual na melhor das hipóteses ou até 0,5 na pior.

Se pararmos para pensar, as micro e pequenas empresas juntas representam 27% do PIB e 54% dos empregos formais, conforme dados do Sebrae. Já pensou o impacto disso tudo?

Além do impacto na economia local, há também os efeitos nas exportações. Afinal, a China, onde o vírus se originou, é um importante comprador de commodities brasileiras. As Bolsas de Valores também já mostraram fortes mudanças em suas dinâmicas.

O que pode acontecer com sua empresa?

Como estamos vendo, uma pandemia afeta diversos setores da empresa, independentedo segmento. Afinal, o cenário atual está impactando a rotina das pessoas, o que interfere de forma direta na dinâmica do mercado e na forma que as pessoas consomem.

O primeiro fator que impactará seu negócio é a estratégia de isolamento social para conter o vírus. Assim, clientes estão deixando de frequentar lojas físicas e reduzindo o fluxo de consumo. Além disso, os colaboradores, na maioria dos casos, estão trabalhando em casa ou estão tendo suas atividades suspensas, o que desencadeia grandes prejuízos nos negócios.

Outros fatores que podem afetar sua empresa são: falta de caixa, baixa nas vendas e economia oscilante no país, tornando as pessoas menos propensas a gastar.

foto-de-mesa-com-caderno-caneta-e-notebook-para-ilustrar-artigo-sobre-dicas-para-empresas-sobreviverem-durante-a-quarentenaPor isso, se antecipar a todos esses fatos e considera-los no momento em que for planejar os próximos meses é fundamental para que sua empresa saiba como agir diante de tudo que está acontecendo. Afinal, a tomada de decisão precisa ser rápida e mais estratégica para sua empresa sobreviver em um cenário que as coisas estão mudando muito rápido.

Abaixo, listamos algumas dicas que sua empresa pode aplicar para evitar prejuízos e crises financeiras. Esperamos que sejam úteis para você!

6 dicas para empresas sobreviverem durante a quarentena

Na tentativa de ajudar as empresas, principalmente micro e pequenas, a passarem por essa crise sem “quebrarem”, listamos 6 dicas para as empresas sobreviverem durante a quarentena:

1) Seja otimista

Não se desespere. Parece difícil, mas o desespero só vai piorar seu processo de tomada de decisão e comprometer o futuro do seu negócio. Afinal, o desespero não vai pagar suas contas e nem fazer isso tudo passar. Por isso, é preciso colocar a cabeça no lugar e pensar de forma estratégica.

Mudar a forma de pensar é o primeiro passo para sobreviver à crise. Ao invés de focar apenas no lado negativo de tudo isso, é preciso ser otimista. Por mais que as coisas estejam difíceis, há sempre algo que você pode fazer.

Lembre-se que empreender é fazer diferente daquilo que todos fazem. Por isso, enxergue oportunidades onde a maioria vê obstáculos. Você vai superar tudo isso. Acredite!

Ao invés de pensar que sua empresa vai quebrar, já pensou como você pode adaptar seu negócio para continuar vendendo durante a crise? Essa é a mudança na forma de pensar que pode salvar seu negócio.

2) Analise a situação atual da sua empresa

O que a sua empresa faz hoje e quais os impactos a pandemia já causou no seu negócio? Essa é uma das principais perguntas que você deve se fazer. É ele que orientará os próximos passos. Aproveite esse momento para se planejar.

Vamos pensar no exemplo de um restaurante. As pessoas estão evitando sair de casa e optando por fazer pedidos de casa. Sua empresa já tem essa modalidade? Se não, é uma ótima hora para começar e aproveitar isso até depois da crise, como forma de aumentar suas vendas.

Vale também avaliar a situação financeira da sua empresa. Saiba quanto dinheiro seu negócio tem para avaliar quanto tempo ele consegue sobreviver no atual cenário antes de recorrer à captação de recursos que podem te complicar no longo prazo.

Ao analisar toda a situação da empresa, é possível simular cenários econômicos e financeiros (otimistas, pessimistas e moderados, por exemplo) e se planejar para cada um deles, se antecipando de possíveis eventos que possam acontecer e definindo um norte para onde sua empresa deve ir.

QUERO SABER QUANTO VALE MINHA EMPRESA!

Caso sua empresa tenha um porte maior, não se preocupe. A BuyCo. já criou soluções para te atender. Quer saber mais? Então é só clicar aqui e entrar em contato!

3) Hora de cortar gastos

foto-de-cofre-com-dinheiro-para-ilustrar-o-corte-de-gastos-como-uma-das-dicas-para-empresas-sobreviverem-durante-a-quarentenaEm tempos de crise, quanto menos gastar, melhor! Por isso, levante todos os seus custos e despesas fixas e variáveis. Tenho certeza que você encontrará gastos que podem ser cortados ou reduzidos. É preciso verificar que sua empresa gaste o mínimo necessário para a sobrevivência.

Vamos pensar no caso do restaurante. As vendas estão caindo, certo? Logo, o pedido de produtos para estoque deve ser proporcional a quantia vendida, evitando desperdícios e reduzindo gastos com fornecedores.

4) Não confunda gastos pessoais com os empresariais

A Contabilidade tem uma série de princípios. Um deles é o princípio da entidade. Segundo a Resolução do CFC:

Art. 4º O Princípio da ENTIDADE reconhece o Patrimônio como objeto da Contabilidade e afirma a autonomia patrimonial, a necessidade da diferenciação de um Patrimônio particular no universo dos patrimônios existentes, independente de pertencer a uma pessoa, um conjunto de pessoas, uma sociedade ou instituição de qualquer natureza ou finalidade, com ou sem fins lucrativos. Por consequência, nesta acepção, o Patrimônio não se confunde com aqueles dos seus sócios ou donos, no caso de sociedade ou instituição.

Em outras palavras, o princípio da entidade define que o patrimônio de uma empresa deve ser separado do patrimônio pessoal dos sócios ou do dono da empresa. Assim, as contas pessoais não podem ser pagas com dinheiro da empresa e vice-versa. Isso evita descontrole de gastos e possíveis comprometimentos financeiros para ambas as partes.

5) Não fique no vermelho, renegocie os pagamentos

Uma alternativa para evitar que a corda das dívidas enforque sua empresa é renegociar os pagamentos, seja parcelando em mais vezes ou até reduzindo-os.

No caso do restaurante, o dono pode negociar com o proprietário do imóvel (caso seja alugado), o pagamento do aluguel no futuro ou, até mesmo, descontos durante o período da crise. Por ser um cenário mundial e sem precedentes, provavelmente, o proprietário aceitará as negociações. Não custa nada tentar!

6) Tenha uma comunicação eficiente

Sua empresa precisa ter uma comunicação efetiva e clara com funcionários e clientes. No caso dos funcionários, é importante conscientizar sua equipe sobre tudo o que está acontecendo e alinhar de forma clara os próximos passos. Isso se torna ainda mais importante para empresas que estão adotando o home office. Todos precisam estar alinhados para o trabalho continuar produtivo.

No caso dos clientes, é fundamental que sua empresa informe como estará operando nos próximos meses. Uma nota oficial com as principais decisões da empresa é uma ótima ideia que pode até aumentar a credibilidade da sua empresa.

foto-de-homem-com-entregas-de-delivery-como-uma-das-dicas-para-empresas-sobreviverem-durante-a-quarentenaNo caso do restaurante, por exemplo, se ela adotar o delivery e não comunicar aos clientes, provavelmente, não surtirá efeito algum.

Com todas essas dicas para as empresas sobreviverem durante a quarentena, se organize e trace um plano de ação o mais rápido possível para evitar crises financeiras e prejuízos. Tenha em mente que eles podem acontecer em todos os negócios, mas o quanto antes você começar a agir, menores serão seus impactos.

A BuyCo. se coloca à disposição para te ajudar nesse momento. Queremos reduzir a morte das micro e pequenas empresas, por isso, faremos tudo que estiver ao nosso alcance. Então, conte conosco!

anunciar-minha-empresa

Como anunciar minha empresa para a venda?

Múltiplo de EBITDA: o que é e como usar no Valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FCD): o que é, para que serve e como calcular