Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

Home Office: a tendência que veio para ficar

home-office

Tivemos que adotar o famoso home office, para ajudar no combate do COVID-19. Apesar dessa forma de trabalho remoto estar cada vez mais próxima da realidade do Brasil, alguns não se adequaram ainda. Trabalhar de home office pode ser um desafio para muitos, mas tem as suas vantagens para os negócios que conseguem se manter através dessa nova forma de trabalho.

Por isso, toda mudança requer adaptação, e este primeiro momento pode estar sendo um grande desafio para as pessoas e as empresas. Ao olhar por outro lado, é uma oportunidade para que as pessoas possam cumprir suas tarefas com conforto e eficiência sem precisar sair de casa, o que gera redução de custos para a empresa em diversos fatores: a energia elétrica e o vale-transporte são alguns exemplos.

Hoje viemos te mostrar as vantagens de trabalhar em home office e dar dicas para que você possa executar suas atividades de trabalho sem perder o padrão de qualidade e produtividade.

Então vamos lá? Boa leitura!

Quais os benefícios do home office?

Primeiro, vamos ao conceito: home office é o termo em inglês usado para descrever o trabalho realizado em casa. Em alguns casos, o termo pode remeter não apenas à casa, mas também, ao local fora da empresa usado para trabalhar. Significa trabalho remoto.

Sabemos que nem todas as atividades podem ser realizadas através do modelo home office, porém, para as atividades em que isso se aplica, é possível perceber diversos benefícios para o empregador e para o colaborador.

Com a popularização da internet e o surgimento de vários aplicativos que auxiliam no trabalho online, ficou mais fácil adotar esse novo modelo. Por isso, e frente a pandemia do coronavírus, várias empresas têm enxergado essa prática como oportunidade para motivar os funcionários que se sentem mais independentes e flexíveis.

Então, vamos às vantagens:

– Para o colaborador:foto-de-mulher-sentada-no-sofa-para-ilustrar-o-home-office

  • Proximidade familiar: ao ficar em casa, é possível ter mais tempo para se dedicar a família e às atividades domésticas. O colaborador pode aproveitar os intervalos para regar as plantas, fazer carinho no filho ou no seu pet.
  • Redução de estresse: a comodidade de não precisar pegar ônibus lotados e ficar preso no trânsito, um tempo que era desperdiçado, pode ser aproveitado para atividades produtivas no trabalho.
  • Qualidade de vida: com todas as vantagens do home office, o funcionário acaba obtendo uma melhor qualidade de vida. Além disso, ocorre a redução do consumo de fast-food ou de comidas fora de casa que, apesar de serem deliciosas, têm que ser consumidas com cautela e que no dia a dia saindo de casa acabam sendo consumidas com maior frequência. Em casa é possível realizar refeições mais balanceadas e economizar muito com alimentação.
  • Conforto: deixar seu ambiente de trabalho em casa organizado usando sua imaginação, da forma mais confortável para você, te faz sentir mais motivado para executar suas tarefas diárias.
  • Autonomia, independência, liberdade e flexibilidade: em casa, os trabalhadores podem organizar seu tempo, seu horário, seus métodos, seus critérios e suas atividades como acharem melhor, podendo trabalhar no seu momento mais produtivo ou lidar com imprevistos pessoais sem que isso atrapalhe a rotina de trabalho.

– Para o empregador:

  • Economia: o home office gera uma redução drástica de gastos como, por exemplo, água, energia, internet, materiais de escritório, limpeza do ambiente, vale-transporte, dentre outros. Em alguns casos, é possível até diminuir o espaço físico, o que gera redução dos gastos com aluguel.
  • Produção: aumento do engajamento, ou seja, dedicação maior ao trabalho. A empresa conseguirá entregar aos clientes mais qualidade no produto ou no serviço e com menos custos.
  • Otimização das atividades: quando se mantém o foco em algo, obtém um resultado mais do que o esperado e em menos tempo que poderá ser usado em outras atividades.
  • Redução da poluição: vantagem também para funcionários e para toda a sociedade, quanto menos pessoas se deslocando para trabalhar, menos carros na rua e redução no uso do transporte público, o que acarreta na diminuição do consumo e da queima de combustíveis fósseis (e redução também da poluição sonora).

Curiosidade: O Home office foi reconhecido como uma modalidade legal de trabalho na Reforma Trabalhista de 2017. A Lei 13.467, protege o trabalho remoto, o que resguarda a empresa e o contratado. No contrato de trabalho devem ser estabelecidos alguns pontos necessários, como por exemplo, a manutenção dos equipamentos.

Mas como nem tudo são rosas, vale ressaltar que temos alguns desafios a serem enfrentados. Com isso, separamos algumas dicas importantes para você, com intuito de te ajudar na produtividade. Vamos lá?

Dicas para um bom home office

O Ambiente de trabalho:

foto-do-ambiente-de-trabalho-montado-em-casa-para-fazer-home-officeO trabalho em casa pode ser uma boa estratégia se feito da forma adequada. Caso contrário, o home office pode acarretar em problemas para controle de desempenho e de distrações. Deixe o ambiente do seu jeito, mantenha-o sempre limpo e organizado, sem muitos papéis e coisas que irão te desconcentrar.

Reserve um canto sossegado, o mais tranquilo possível. Um espaço que seja aconchegante e que irá te passar tranquilidade para executar suas atividades. Sugiro que seja longe de televisão e dos barulhos que possam tirar sua atenção. Além disso, comunique à sua família que você está em casa, mas está trabalhando, o que evita que as pessoas da sua casa fiquem te chamando a todo momento.

As Ferramentas:

Você precisa estar bem equipado. Com uma cadeira confortável e com um computador na altura ideal para manter uma postura adequada, que não prejudique sua coluna. Além de fone e câmera de qualidade para as reuniões. Você irá precisar também de uma boa internet, caso não tenha turbine-a para ter boa comunicação com toda equipe e fazer backups, de preferência, coloque os arquivos nas nuvens para que toda a empresa tenha acesso. Não se esqueça da iluminação adequada!

Nada de trabalhar na cama ou no sofá. Além de remeterem a descanso e sono, não são boas para a postura. Assim, nosso corpo entenderá que é momento de foco e sua coluna vai agradecer!

A Jornada de trabalho:

Assim como no escritório, em casa é preciso manter um horário para dedicar às suas tarefas diárias. Defina seu início, término e pausas para almoço e lanches. Trabalhar em casa te permite ficar mais próximo da família, mas saiba separar o momento. Sem um horário, você se perde e fica sem limites para distinguir a vida pessoal da profissional.

Crie e mantenha uma rotina e não gere sobrecarga de trabalho para você. Tenha metas e faça lista de tarefas para se organizar. Além disso, saiba separar os momentos em que você está trabalhando e os momentos que está disponível para seus momentos pessoais.

A Roupa adequada:

Nada de pantufa e pijama, você não trabalha assim no escritório. Tome seu banho, escove os dentes, e vista-se como se fosse para o trabalho. Isso irá mostrar seu cérebro que está no momento de trabalho e te despertar da preguiça. Claro que não precisa de salto alto ou sapato social, terno e gravata, mas esteja preparado para uma videoconferência de última hora. As roupas têm grande influência sobre nosso comportamento e disciplina.

Os Alinhamentos:

foto-de-mulher-fazendo-video-conferencia-enquanto-trabalha-de-home-officeEstabeleça com o time quais serão os canais usados para realizar as comunicações e as reuniões. Ferramentas gratuitas podem auxiliar neste distanciamento presencial. Vocês podem usar aplicativos como o ZOOM e o Google Hangouts para as reuniões. E aplicativos com Slack ou até mesmo o WhatsApp para uma comunicação rápida. Importante reservar ao menos uma vez na semana (dependendo da demanda) um tempo para colher feedbacks e se manter alinhado com a equipe.

A comunicação é muito importante, afinal, a falta de contato com outros funcionários pode interferir no desenvolvimento pessoal e profissional. Não deixe de trocar experiências!

A Liderança:

Combine com o time as entregas periódicas, sejam diárias ou por semana. Ouça seu time, afinal está sendo uma novidade este modelo de trabalho. Meça a produtividade do time, e esteja sempre revendo os pontos de melhorias. Estar sempre online, não quer dizer que estão trabalhando, redobre atenção e cuidado com a cobrança e com a administração do tempo. Ao ordenar uma tarefa, veja com colaborador em quanto tempo ele acha possível a entrega da tarefa, e diga que se não for possível no prazo estipulado que comunique.

As Reuniões periódicas:

Se possível ao iniciar e/ou terminar o dia é legal fazer pequenas reuniões, para que todos se sintam integrados e não façam horas extras sem necessidades. Aproveite para traçar metas e criar rotinas com o time, no intuito de ter mais resultados no final do dia ou do mês.

Os Quebra-gelos:

Ao iniciar as reuniões faça com que seu time se sinta dentro da empresa, toque música, execute algumas dinâmicas, pergunte como foi o final de semana, como está a família. Realizar sorteios de acordo com a produção, além de estimular a produtividade, deixa-os mais calmos e menos ansiosos, com a tal preocupação, “será que estou fazendo certo” ou “será que serei demitido?”.

A Saúde:

foto-de-mulher-se-exercitando-em-casaCuidar de você é uma vantagem do home office. Então aproveite que está em casa para se alimentar melhor, comendo mais saladas e frutas e bebendo água com mais frequência. A tendência é se dedicar com mais intensidade e sem interrupções. Mas nada de se desleixar por estar em casa, levante-se, alongue ou ande pela casa. Ficar 100% focado apenas no trabalho não será bom para sua saúde mental.

Pratique atividades físicas, coloque aquele projeto que ficou de lado em prática, passe mais tempo com a família, realize cursos online, leia livros, veja filmes e séries. Afinal, o isolamento social não pode causar transtornos de ansiedade, não é mesmo?

A Colaboração:

Essa mudança exige tempo para adaptação, então tenha um canal aberto para esclarecer dúvidas e para passar mais segurança para seus colaboradores. Sejam parceiros, tenham paciência e se ajudem a superar este desafio.

Sem dúvidas as vantagens do home office são diversas, mas não deixe de levar a sério o trabalho remoto. Coloque em prática as dicas para executar suas atividades mantendo a produtividade do escritório. Além disso, nos conte nos comentários como está sendo sua experiência!

anunciar-minha-empresa

Como anunciar minha empresa para a venda?

Múltiplo de EBITDA: o que é e como usar no Valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FCD): o que é, para que serve e como calcular