Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

A série La Casa de Papel como lição para a compra e venda de empresas

O complexo processo de compra e venda de empresas tem tudo a ver com a série mais comentada do momento. Você deve estar pensando: “como assim?”

Você deve achar que somos loucos com essa afirmação, mas preparamos esse artigo para te provar que essa frase é pura verdade. Conheça as diversas semelhanças que existem e entenda de forma mais tranquila alguns aspectos do processo de compra e venda de empresas!

Então, vamos lá? Boa leitura!

La Casa de Papel: a série querida da vez

Com certeza você já ouviu alguém comentar sobre a série La Casa de Papel, não é? Ela já deu o que falar em todo o mundo, quebrou os recordes de audiência e se tornou, em muitos locais, o programa mais assistido de todos os tempos.

A série de origem espanhola ganhou destaque até se tornar um fenômeno na Netflix em todo o mundo, possuindo atualmente 3 temporadas.

Sua trama gira em torno de 8 assaltantes liderados pelo “Professor”, que decidem invadir a Casa da Moeda da Espanha e imprimir seu próprio dinheiro.

O grupo faz dezenas de reféns e antecipa boa parte dos planos da polícia local e dos próprios reféns. Porém, mesmo com um plano muito bem pensado, os criminosos não conseguem prever tudo o que acontece lá dentro.

Você deve estar pensando, “legal, parece uma boa série, mas qual a relação? ” Calma que já vamos explicar!

O que a série tem a ver com compra e venda de empresas?

A resposta para essa pergunta é simples: TUDO!

São diversas as semelhanças entre o processo de compra e venda de empresas com as situações vistas na série.

Alguns exemplos são: a imprevisão existente no cenário econômico, a compulsão de compradores por determinado negócio (e dos criminosos pelo assalto) e a própria sinergia entre comprador e vendedor (e, na série, do grupo de criminosos).

Como na série, nem tudo é previsto no plano de assaltar um banco, bem como em processos complexos de compra e venda de empresas.

Confira abaixo as principais semelhanças:

1º – Preparação

Antes de qualquer atividade realizada para a invasão à Casa da Moeda, cada detalhe foi bem planejado e muito bem pensado. Ocorreram as simulações das etapas, o treino dos envolvidos e a identificação dos possíveis riscos associados. Além disso, foi fundamental o conhecimento e a ponderação da estimativa de prêmio final se o processo desse certo.

Como nem tudo é previsto no plano de assaltar um banco, é preciso pensar em diversas alternativas e nas formas de mitigar riscos, bem como de executar o plano conforme o planejado para alcançar o resultado desejado.

Se pararmos para pensar isso se parece bastante com os processos complexos de compra e venda de empresas, não é?

A palavra certa para resumir tudo isso é a PREPARAÇÃO!

dois-homens-de-terno-avaliando-o-documento-com-titulo-business-plan-para-representar-a-preparaçao-para-a-compra-e-venda-de-empresasA preparação refina os objetivos do projeto, sendo muito importante também para a compra e venda de empresas. Com ela é possível, por exemplo: entender em qual momento o empresário se encontra, levantar os motivos da venda, preparar as premissas e os documentos, estudar com cuidado o passado da empresa, desenhar os possíveis cenários para as projeções futuras, avaliar o valor da empresa, analisar as sensibilidades e claro, saber o momento certo para lançar a venda no mercado, estando preparado para negociar e fechar acordos. Faz sentido, não é?

Na série, o personagem “Professor” é o responsável por todo o planejamento referente à invasão à Casa da Moeda da Espanha, no qual ele identificou as possíveis fraquezas que poderiam comprometer o plano. Ao identificar os riscos ele pode traçar qual seria a ação em cada momento, aumentando assim, as chances de sucesso do seu plano.

Buscar aumentar as chances de sucesso mediante a imprevisibilidade através de muita preparação é fundamental para qualquer projeto.

2º – Equipe Multidisciplinar

Não tem como saber tudo sobre tudo. Por isso, uma equipe multidisciplinar é, sem dúvidas, um dos segredos em um processo de compra e venda de empresas.

Para garantir o sucesso de uma transação, a empresa, ou melhor, as partes (comprador e vendedor) devem formar uma equipe multidisciplinar para trabalhar em cada momento do processo e desenvolver as atividades específicas. Faz sentido, não é?

Em uma equipe, ocorre uma combinação de competências, conhecimentos e culturas. Isto é, cada integrante da equipe é um especialista único, com comportamentos, experiências e características que o fazem fundamentais em qualquer processo. Assim, é possível agregar diversas pessoas para compreender melhor cada particularidade que pode não ser de seu conhecimento.

Esse aspecto é muito importante na compra e venda de empresas. Isso porque sempre serão necessários profissionais de diversas áreas, por exemplo, será necessário um profissional de avaliação de empresas para determinar quanto vale o negócio, um especialista em prospecção de mercado, uma equipe de advogados tributaristas, trabalhistas e societários, os contadores, alguém do mercado financeiro caso haja necessidade de captação de parte do recurso e uma equipe especializada em due diligence (processo que visa detalhar os dados de uma empresa) para validação dos números.

O que queremos mostrar é que este processo requer um time de profissionais com diversas especialidades, mas com o mesmo objetivo.

Na série, o “Professor”, visando a execução do seu plano, escolhe e recruta cada pessoa de acordo com a sua principal habilidade a fim de formar uma equipe multidisciplinar, no qual cada um exerce um papel específico e a equipe torna-se forte em diversas áreas.

Podemos citar o caso dos personagens Rio e Moscou: o primeiro possui um grande conhecimento em tecnologia enquanto o segundo possui habilidades com ferramentas manuais em geral e assim conseguem se complementar.

3º – Resultadoilustraçao-de-lupa-diante-de-documentos-e-graficos-avaliando-resultados-do-processo-de-compra-e-venda-de-empresas

Após uma cuidadosa preparação para elaborar a melhor estratégia em um processo de compra e venda de empresas e montar uma equipe para cada etapa de atuação, é hora de apurar os resultados de meses, ou talvez anos de dedicação para comprar ou vender uma empresa. Faz sentido, não é?

No caso da série, cronologicamente, estamos falando de 5 meses de preparação para 15 dias de prática (neste caso, o assalto ao Banco em si), e qual o resultado? Não queremos dar spoiler, para isso você terá que assistir a série do momento.

Mas, se pensarmos nas semelhanças com os processos de compra e venda de empresas, a qualquer momento, um mínimo deslize ou até mesmo, um imprevisto externo, pode inviabilizar ou acabar com o esforço de um coletivo e levar a resultados opostos ao que era planejado, não é mesmo?

Conclusão sobre compra e venda de empresas:

Como vimos, a melhor maneira de minimizar os erros e ter sucesso em um processo de compra e venda de empresas, bem como em qualquer projeto, é, se PREPARAR e BUSCAR OS MELHORES ESPECIALISTAS, bem como, ACOMPANHAR OS RESULTADOS para cada etapa que sua empresa ou projeto estiver.

Aqui na BuyCo., essa é nossa especialidade, preparar as micro, pequenas e médias empesas para encontrar novos donos e junto com você, empreendedor, formar uma equipe multidisciplinar em prol de resultados positivos e do sucesso nos negócios, com o objetivo de transformar o modo no qual o empreendedorismo acontece.

Anuncie na BuyCo. caso deseje vender seu negócio ou encontre as melhores oportunidades a venda que estão perto de você no caso de ser um comprador. Além disso, temos uma equipe que poderá te auxiliar em todo o processo, desde a avaliação da empresa até o fechar o acordo.

Para conhecer nossa avaliação digital de empresas, basta clicar no botão abaixo. Estamos à disposição para te ajudar no processo de compra e venda de empresas

QUERO SABER QUANTO VALE MINHA EMPRESA!

Caso sua empresa tenha um porte maior, não se preocupe. A BuyCo. já criou soluções para te atender. Quer saber mais? Então é só clicar aqui e entrar em contato!

anunciar-minha-empresa

Como anunciar minha empresa para a venda?

Múltiplo de EBITDA: o que é e como usar no Valuation

Fluxo de Caixa Descontado (FCD): o que é, para que serve e como calcular