Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

Mercado de restaurantes: um setor em crescimento

Já pensou em ter seu próprio restaurante? Se sim, o momento é agora! Isso porque, o mercado de restaurantes está superaquecido, cada vez maior, mais diversificado e com tendências promissoras para os próximos anos.

Ao pensar nisso, criamos esse artigo com um estudo de mercado completo sobre o setor de alimentação para que você possa conhecer e se preparar da melhor maneira possível para aproveitar as diversas oportunidades que ele apresenta.

Então vamos lá? Boa leitura!

Introdução ao mercado de restaurantes

foto-de-um-prato-de-macarrao-rodeado-de-alimentos-para-representar-o-mercado-de-restaurantesO poder aquisitivo dos brasileiros nos últimos anos tem aumentado e a crescente expectativa de vida são fatores que contribuem para a elevação dos gastos pessoais, entre eles, o crescimento das refeições fora de casa. Isso ganha ainda mais força com a redução do hábito de contratar empregadas domésticas diárias.

Hoje, um terço dos brasileiros se alimentam fora de casa, por conta de fatores políticos, econômicos e sociais. Por isso, vemos um aumento e cada vez mais adesão de diversas classes por refeições fora de casa, conforme dados da última pesquisa do orçamento familiar (POF). São diversas as razões: mulheres cada vez mais inseridas no mercado de trabalho, falta de tempo, praticidade, entre outros.

Tamanho de mercado

O IFB demonstrou que no ano de 2018, 37% da população brasileira fez suas refeições fora de casa ou comprou alimentos prontos para levar. Esse setor movimenta em torno de R$ 170 bilhões por ano e atende cerca de 80 milhões de consumidores a cada mês.

De acordo com dados publicados na Folha de São Paulo, nos últimos anos, as refeições fora de casa cresceram 140% no Brasil. Com expansão anual em torno de 12%, o setor de alimentação fora de casa, isto é, bares e restaurantes, gera cerca de 450 mil novos empregos por ano, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), sendo o maior empregador dentro da indústria brasileira. São 6 milhões de empregos.

O mercado de alimentos e bebidas representa 10,1% do PIB nacional. A Abrasel estima que a alimentação fora do lar, também conhecida como food service, seja 2,7% desse montante.

mapa-do-brasil-representando-o-mercado-de-restaurantes-distribuidos-por-regiaoCom isso, o mercado de restaurantes movimenta mais de 30% do perfil dos comércios no Brasil, segundo a pesquisa do Panorama das Micro e Pequenas Empresas no Brasil de 2018. No Brasil, estima-se que existam em torno de 1 milhão de negócios, ao considerar bares, restaurantes, lanchonetes, etc. Desses, 650 mil ainda são informais e cerca de 93,4% são micro e pequenos negócios.

Na distribuição por região, os restaurantes comerciais estão distribuídos da seguinte forma: Norte 1%, Nordeste 9%, Sudeste 60%, Sul 25%, Centro Oeste 5% o que totaliza 336.492 negócios formais.

No ano de 2020, os donos de pequenos negócios voltados para alimentação estão otimistas. De acordo com a Abia, as previsões para 2020 são de aumento em torno de 4% das vendas reais, o que acumula em torno de US$ 40 bilhões nas exportações. Esse crescimento aponta para uma relação direta com a geração de empregos de até 3%.

infografico-com-numeros-que-representam-o-mercado-de-restaurantes

Empreender no mercado de restaurantes

O cenário é muito promissor para aqueles que querem investir no mercado de alimentação. Por isso, é, com certeza, um dos setores que menos sente os reflexos da crise econômica. Até porque, alimentos são bens de consumo de primeira necessidade.

Empreender no ramo de restaurantes parece ser simples, mas é bastante complexo e exige uma busca constante pela qualidade e controle dos serviços oferecidos e amplo conhecimento no setor. Além disso, é fundamental que exista um planejamento adequado, desde o investimento inicial, até o cumprimento das regras estabelecidas por órgão municipais e federais. Afinal, é um setor que trata de alimentação, algo que exige elevado controle.

Essa complexidade acaba resultando em um índice de mortalidade elevado entre os negócios: 35% dos bares e restaurantes fecham as portas em dois anos, segundo dados da Abrasel. Porém, há quem encare isso como oportunidade para empreender ao comprar um restaurante já em operação, que já enfrentou os piores momentos, isto é, os iniciais. Principalmente porque o momento está positivo para o nicho de restaurantes, que está acelerado e em pleno vapor. Clique aqui para saber algumas dicas!

foto-de-garconete-diante-de-restaurantesNa lógica capitalista, se cresce o público consumidores, crescem as oportunidades e também a concorrência. Assim, sobressai o negócio que tem o melhor produto ou o melhor atendimento, por exemplo.

 

 

Por isso, é fundamental entender e identificar oportunidades de negócios, para tomar as ações necessárias e aproveitar o potencial que o mercado apresenta de forma assertiva.

Vale destacar os tipos de restaurantes que prometem em 2020:

  • Comida chinesa e/ou japonesa;
  • Restaurante natural e saudável;
  • Rodízio de massas;
  • Self-service;
  • Comida vegana ou vegetariana.

Dicas sobre o mercado de restaurantes

Como vimos, é preciso estudar e conhecer o mercado para não fracassar no seu negócio. Por isso, algumas dicas podem ser bastante valiosas.

O nicho voltado para alimentação saudável é um dos com maior destaque, com 98% de expansão nos últimos anos. Isso se dá pelo aumento de adeptos ao estilo de vida saudável, por meio de uma dieta composta por alimentos naturais, orgânicos e com poucas calorias, feitos de forma artesanal e sem o uso de industrializados.

foto-de-ingredientes-naturais-e-saudaveisVeganismo e vegetarianismo também estão crescendo, devido a discursos de ambientalistas e defensores da causa animal. Conforme o Ibope, mais de 30 milhões de brasileiros já são adeptos a esse estilo de vida. Além disso, restaurantes que trabalham com o modelo de zero desperdício também chamam atenção, voltados para causas ambientais e de fome no mundo.

A “gourmetização” também está em alta. Por isso, produtos convencionais ganham releituras com acréscimos de ingredientes mais sofisticados e, consequentemente, se tornam mais caros e mais desejados.

É possível perceber que para os pequenos negócios, é interessante atuar de forma destinada a mercados de nicho, oferecendo alimentos e bebidas diversas, nos quais a concorrência é menos agressiva frente às grandes empresas. Ao atuar em cadeias convencionais, as estratégias devem focar então em ganho de competitividade e diferenciação.

Um ponto de atenção, 70% dos consumidores que não retornam a um restaurante, dizem que é culpa do atendimento. Por isso, melhorar a experiência do cliente é primordial. Segundo a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, os jovens entre 16 e 34 anos estão dispostos a pagar mais por uma boa experiência e 37% deles não pretendem economizar.

Uma das tendências nesse sentido se dá através da automatização do atendimento, com tablets e smartphones. Outra dica é estar presente em aplicativos de delivery e nas redes sociais.

Conclusão

Já falamos e vamos repetir: se quer empreender, o ramo de restaurantes está em um ótimo momento. Porém, como todo negócio, é preciso estudar e conhecer o mercado para não cair em armadilhas.

Diversos restaurantes em operação estão cadastrados na nossa base de empresas à venda. Por isso, basta acessar nosso site, analisar cada opção e encontrar aquela que mais se encaixa no seu perfil!

A BuyCo. é uma startup focada em nas micro e pequenas operações à venda e em pessoa físicas querendo ótimos negócios prontos no mercado para otimizar sua jornada empreendedora. Temos profissionais qualificados para te auxiliar em todo o processo. Então vamos juntos transformar a forma como o empreendedorismo acontece!

 ACESSAR A CALCULADORA DE VALUATION

Caso sua empresa tenha um porte maior, não se preocupe. A BuyCo. já criou soluções para te atender. Quer saber mais? Então é só clicar aqui e entrar em contato!

calculadora-de-valuation-vale-a-pena

Por que a Calculadora de Valuation Vale a Pena?

Contabilidade

Contabilidade: Dicas Para o Seu Negócio!

Fusão-e-Aquisição-Motivadores-e-Dicas

Fusão e Aquisição: Motivadores e Dicas para um M&A de Sucesso