Banner Blog

Revolucione seu conhecimento.

Empresa Familiar: o que é e como gerenciar?

empresa-familiar

Muitas empresas brasileiras são fundadas e formadas por famílias, você já parou para pensar nisso ou conhece algum exemplo de empresa familiar? No artigo de hoje, vamos falar sobre empresas familiares, o que são essas empresas, e os pontos positivos e negativos nesse tipo de empresa.

Então, vamos lá? Boa leitura!

O que é uma empresa familiar?

Empresa familiar é o negócio onde membros de uma mesma família trabalham juntos, podendo ser eles funcionários, donos do negócio ou membros da parte administrativa, etc.

Nesse tipo de negócio, nem todas as pessoas da empresa precisam ser todos membros da família, para ser considerada uma empresa familiar. Assim, para ser um negócio familiar, é preciso ter membros da família no quadro de diretores.

Mas antes de iniciar uma empresa entre os membros da família, é preciso considerar quais são as demandas da família, os tipos de relação, e questões mais profissionais, como, por exemplo, a sucessão, os rendimentos, entre outros.

Agora que você já conhece o que é uma empresa familiar, vamos conhecer alguns tipos de empresa familiar?

Empresa familiar tradicional

A empresa familiar tradicional são as mais comuns entre negócios da família. São empresas que possuem capital fechado e o controle administrativo e financeiro acontece por membros da família.

Sendo assim, essas empresas acabam sendo um pouco menos transparentes.

Empresa familiar híbridaempresa-familiar

Nesse tipo de empresa familiar, a empresa têm um pouco mais de flexibilidade, dessa forma, o capital é aberto e o controle acontece também por membros da família, porém, existem gestores profissionais que atuam nos cargos de direção em conjunto e não sempre são da família.

Nesse caso são empresas um pouco mais profissionais e mais transparentes.

Empresa de trabalho familiar

A empresa de trabalho familiar é muito parecida com o primeiro exemplo, a empresa familiar tradicional. Nesse tipo de negócio, existe uma combinação entre propriedade e gestão.

Nesse sentido, a gestão da empresa é composta sempre por membros da família, assim, os filhos e parentes do fundador são incentivados a trabalhar na empresa.

Como deve ser a gestão de empresas familiares?

Uma coisa importante na hora de ter uma empresa familiar é saber separar o lado emocional e o racional. Nessa hora, é bom separar os assuntos pessoais da família dos assuntos profissionais da empresa. Outro fator importante é a comunicação, saber escutar o outro, ainda mais em momentos de desafios. Isso pode ajudar muito.

Então, é importante ter alguma pessoa de fora também, para mediar certos casos e ajudar a resolver possíveis conflitos entre membros da família, com um olhar de alguém que está de fora.

Outro ponto de extrema importância, é definir e, se possível, documentar, antes, a sucessão de pessoas na empresa. Afinal, na hora de fazer a troca, as pessoas já estarão cientes e isso pode evitar possíveis conflitos. Nesse momento, uma comunicação clara vai se fazer necessária.

Além disso tudo, em empresas familiares é preciso definir os salários de todas as pessoas da família e de outros funcionários. É importante que a remuneração seja justa e que ninguém seja mais favorecido que outro, apenas por ser um membro da família.

E por fim, as pessoas devem estar em posições, exercendo funções e tarefas, que façam sentido com sua experiência. Por exemplo, imagine uma pessoa sem experiência, que ocupa um cargo alto na empresa. Isso, além de parecer estranho para os outros funcionários, irá atrapalhar o desempenho da empresa, já que se trata de uma pessoa despreparada com grandes responsabilidades nas mãos.

Ainda assim, isso é algo que ocorre muito em empresas, alguns fundadores destinam os melhores lugares da empresa para filhos ou parentes próximos.

Então, é importante avaliar a experiência e o conhecimento, para definir a posição de cada pessoa dentro de uma empresa e definir as funções de cada colaborador. Por fim, planejar a gestão é fundamental para que a empresa evolua!

empresa-familiarPontos positivos e negativos

Abrir um negócio com a família pode ser algo muito benéfico ou não. Isso vai depender do planejamento, do nível de conhecimento e experiência entre os membros da família, e da sabedoria para conseguir conciliar o profissional com o familiar.

Não é uma tarefa fácil, por isso, é preciso muito planejamento e avaliação. Confira alguns pontos positivos e negativos em empresas da família.

Pontos positivos

  • Interesses em comum entre os membros da família e também uma vontade mútua de ver a empresa crescer e ter sucesso.
  • Um dos pontos mais fortes seria a confiança mútua, são pessoas que já se conhecem há anos e já possuem um laço de confiança.
  • Cultura e valor familiar, além de promover uma imagem de família, e isso causa uma boa impressão para as pessoas, o que traz maior credibilidade para clientes também.
  • Qualificação dos funcionários, um ponto positivo, tanto para os membros da família, quanto para a empresa.
  • Equipe unida, eficiente, dedicada e envolvida.
  • Administração mais centralizada.

Pontos negativos

  • Muitas pessoas que têm empresas com a família, contam ter problemas para separar o lado emocional do lado racional. Além disso, muitas pessoas, também, priorizam seus próprios interesses pessoais, e muitos conflitos podem vir a surgir por causa desses fatores ou até mesmo por causa de uma comunicação ruim. Esses conflitos podem gerar brigas entre os membros da família, e até mesmo levar ao fim da empresa.
  • Por outro lado, em algumas horas, laços afetivos muito fortes podem ser algo ruim também. Ao invés de brigas e conflitos entre as pessoas, alguns funcionários, por serem da família, acabam sendo mais recompensados e beneficiados do que os outros. Dessa forma, recebem cargos mais altos na empresa e são mais valorizados. Isso gera uma relação de privilégios dentro da empresa, além de que, esse tipo de relação afetiva pode influenciar nas decisões e comportamentos.
  • Atitudes de manipulação podem surgir, por conta de, o fundador assumir uma postura autoritária e uma postura paterna, por exemplo. Essa alternância de posturas pode se transformar e ser usada como manipulação. Esse comportamento pode acontecer entre pais e filhos, ou pais e sobrinhos, e costuma ser com alguém de um cargo em posição mais alta com alguém com um cargo de posição mais baixa.

Conclusão

Por fim, percebe-se que começar uma empresa familiar não é uma tarefa fácil, e muitas questões e dúvidas irão aparecer no momento de decisão. Então, é necessário que você se planeje e esteja preparado para os desafios que estão por vir! Assim, conte com a BuyCo para tirar seu sonho do papel!

A BuyCo possui um catálogo de Anúncios, que contém nossas empresas cadastradas que já fizeram uma avaliação com os nossos consultores de negócio. Essas empresas contam com um suporte de ponta a ponta, ao longo de todo o processo. Para saber mais clique no botão abaixo:

ACESSAR CATÁLOGO DE ANÚNCIOS

E se você já tem uma empresa com sua família, por que não avaliá-la e estimar o seu valor no mercado?

Se você quer avaliar sua empresa, ou vender sua empresa, a BuyCo. pode te ajudar! Você pode entrar em contato conosco, basta clicar aqui!

Além disso, a BuyCo têm um método próprio, para estimar quanto vale sua empresa em apenas 5 minutos e de forma digital, segura, rápida e gratuita. Para saber mais clique no botão abaixo:

ACESSAR A CALCULADORA DE VALUATION

calculadora-de-valuation-vale-a-pena

Por que a Calculadora de Valuation Vale a Pena?

Contabilidade

Contabilidade: Dicas Para o Seu Negócio!

Fusão-e-Aquisição-Motivadores-e-Dicas

Fusão e Aquisição: Motivadores e Dicas para um M&A de Sucesso